A Moda é o Socialismo

A grande moda do século XXI é o socialismo em suas múltiplas formas, querendo superproteger o povo, enfraquecendo a sua vitalidade natural que é a fonte de toda evolução e revolução social.

Essa ajuda paternalista gera como conseqüência menos responsabilidades e menos estímulo para que as pessoas façam algo por si mesmas, desenvolvendo as riquezas que a natureza semeou dentro de cada um, ao mesmo tempo, discrimina os coitadinhos, tornando-os mais incapazes e inferiores sem uma real possibilidade de ascensão social, é uma falsa idéia de ajuda que perpetua a impotência.

Os coitadinhos por sua vez, consideram que os outros têm que ajudá-los e serem compreensivos e complacentes, com isso, não se movimentam interiormente para garantir seu próprio progresso, permanecendo numa atitude infantil de independência, só uma pessoa que se recusa a crescer e ser responsável por si pode aceitar o domínio paternalista de alguém. 

Pode parecer estranho, mas há 20 anos, creche era coisa para poucos era só particular, aí veio alguém e criou uma creche pública e colocaram nela os filhos de alguns funcionários, logo vieram as prefeituras e forçadas pela opinião pública tiveram que implantar creches para quase a totalidade da população.

Atualmente, não se procura mais vaga nas creches, é exigido que tenha creche e tem que ser gratuita, o município é que tem que arcar com as despesas, por conseqüência, quem paga impostos é o contribuinte, claro que existem pessoas que realmente precisam de um lugar para deixar seus filhos, mas tem muita gente que falsifica até declaração de trabalho para conseguir vaga, e quando consegue vaga, deixa o filho na creche o dia todo e fica de “bobeira” ou vai para a praia, motel, etc.

, assim até eu, fazer filho e deixar para que outros cuidem é muito fácil, independente se trabalha ou não, filho é algo que tem que ser planejado, na hora de fazer é uma beleza, na hora de cuidar os outros que se virem.

Sou a favor de que seja descontado em folha pelo menos R$ 50.

00 de cada pessoa que tem filho em creches do município, não que isso resolva o problema, é que vai ter certeza de que aquela pessoa realmente precisa e que trabalha naquela empresa.

Se for deixar assim como está, também vou arrumar uma candidata que queira ser minha sócia e vamos juntos fazer alguns filhos para que o município tome conta deles, desde o primeiro ano de idade aos 17 anos.

Interessadas neste tipo de sociedade, favor enviar e-mail com foto e preferências diversas, afinal, teremos que caprichar, afinal, é o município que vai cuidar, não é não?