A Professora Petista

Uma fanática professora petista do ensino fundamental explicava aos alunos o que é ser petista.

Em determinado momento pediu que levantassem a mão todos aqueles que fossem simpáticos ao partido.

Todos os alunos, por estarem com medo de represálias, levantaram a mão, menos um menino que estava sentado no fundo da sala.

A professora com indignação e surpresa olhou para o menino e lhe perguntou:

– Zequinha, por que não você levantou a mão?

– Por que não sou petista professora! – respondeu o garoto.

Aquela resposta fez com que a professora perguntasse de novo:

– Se você não é petista, então com quem se simpatiza?

– Com os tucanos! – respondeu orgulhosamente o menino.

A professora que tinha ouvidos fanáticos não podia acreditar em algo assim, exclamou:

– Zequinha, me responda: porque você é simpático aos tucanos?

O menino que estava bem tranqüilo respondeu:

– Minha mãe é tucano, meu pai é tucano, meu irmão é tucano, por isso eu também sou tucano!

– Bem, mas isso não é um bom motivo.– Replicou a professora e foi completando:

Você não tem que ser tucano como seus pais, como exemplo vou lhe fazer uma pergunta: se sua mãe fosse mentirosa, seu irmão um meliante vagabundo e contraventor, e seu pai um fraudador ladrão de dinheiro público, o que você seria?

– Professora, aí não teria jeito, eu seria petista!