Açúcar: Um Mal Necessário

Um certo dia, alguém andando pela mata descobriu a cana-de-açúcar, que contém água, sacarose, sais minerais, vitaminas, fibras etc., provou, gostou e levou para sua casa.

Com preguiça de chupar a cana ou porque não podia fazer duas coisas ao mesmo tempo, espremeram a cana e a garapa foi inventada.

Um certo dia, alguém resolveu ferver a garapa, e surgiu o melado de cana, muito mais concentrado, pois 10 litros de garapa virou um copo de melado.

Imagine a proporção: 10 litros de garapa dentro de um copo ingeridos em 10 minutos.

Mais tarde, os persas inventaram a rapadura, ainda mais concentrada, e logo após surgem as refinarias.

Surge então uma doença nova e mortal: a diabetis mellittus, que faz as pessoas eliminarem o açúcar pela urina.

Inicia-se a era das novas doenças, a degeneração da raça humana causada pelo mau uso do açúcar, que causa um stress absurdo no organismo e o pâncreas não produz mais a insulina.

Não fosse o bastante, causa defeitos genéticos, as estatísticas mostram que atualmente, a cada 5 crianças que nascem uma será diabética.

Não entendeu? Então pense que quando você decidir ter um filho, junte mais 4 casais e das cinco crianças que nascerão, uma delas será diabética.

Estamos em 2008, e atualmente existem 6,5 milhões de diabéticos no Brasil, e morrem 300.000 por ano nos EUA.

Não importa se é açúcar orgânico, mascavo ou mel, o problema é a super concentração de açúcar que, quando ingerida, vai depressa demais para a corrente sanguínea, queimando todas as etapas da digestão, fazendo subir o nível da glicose no sangue, aí o pâncreas é obrigado a produzir uma quantidade extra de insulina.

A insulina vai lá e abaixa o nível da glicose, aí dá vontade de comer mais açúcar, sobe novamente o nível da glicose e o pâncreas solta mais insulina e abaixa o nível, e assim por diante, até chegar uma hora que o pâncreas não entende mais nada (se cansou).

Então você come alguma coisa doce e seu pâncreas solta insulina para caixa inteira, é a hipoglicemia.

Entre jovens e adultos, três a cada cinco pessoas tem a doença, é estágio pré-diabético.

Como se não bastasse tanto malefício, a acidez causada pela ingestão concentrada de açúcar predispõe o corpo à infecções, como a conjuntivite e também à vírus e bactérias.

Informe-se, discuta, reflita, indique para seus amigos, descubra soluções, alternativas, pesquise, afinal fomos viciados, há centenas de anos, por pessoas inocentes, que só queriam dar um gostinho mais doce para aquela vida tão amarga e preconceituosa dos nossos antepassados, que no final, por ganância e falta de escrúpulos de uma minoria, nos foi omitida a verdade sobre tão doce e perigosa droga que é o açucar.