Barras Estabilizadoras

As barras estabilizadoras são normalmente utilizadas para ajudar a manter o carro direito ao curvar, ou seja, reduzir o adornar da carroceria.

Isto é feito através de uma barra de torsão especial que atravessa o carro de um lado ao outro, e que está ligada à suspensão perto das rodas, é feito de maneira que quando uma roda sobe, a barra tenta fazer com que a roda oposta faça o mesmo, o que faz alterar a verdadeira capacidade das molas, e equilibra a suspensão do carro.

Isto parece ser mesmo bom não é? Então porque não montar um par de barras estabilizadoras bem grossas para manter o carro completamente direito ao curvar?

Mas não é bem assim, com barras estabilizadoras muito grossas existe o risco de aumentar o problema de apenas uma das rodas e toda a seção ficará envolvida, isto é, se uma das rodas tiver um problema, como passar por cima de uma pedra ou ressalto, esse problema não vai afetar só essa roda, mas também a roda oposta, e quanto mais grossa for a barra estabilizadora maior será esse efeito, e isto não é desejado porque pode ter conseqüências desastrosas.

As barras estabilizadoras devem ser utilizadas como complemento e não como meio de transformar o veículo num carro de Fórmula 1, claro que levando em conta vários outros aspectos do conjunto.