Comércio do Refrigerante

O refrigerante foi criado em 1676 em Paris e a sua base inicial consistia numa mistura de água, suco de limão e açúcar, mas foi só em 1772 que foi acrescentado o gás na mistura.

O comércio do refrigerante começou a ser praticado somente em 1830, mas é bom observar que o refrigerante que foi inventado não passava de uma limonada, mas como para tudo existe comprador, justifica o motivo da fabricação.

Atualmente o refrigerante não é mais apenas uma simples limonada com gás, são tantos os componentes químicos de um refrigerante que é preciso ter bom senso e controlar a quantidade ingerida.

Apesar de gostoso, o refrigerante é altamente nocivo a saúde, os problemas começam com a saúde bucal, mas os problemas não ficam apenas na boca, os consumidores de refrigerantes tendem a ter aumento de peso, gases intestinais, maior incidência de diabete, aumento nos triglicérides sanguíneo, osteoporose e gastrite.

Para quem tem diabete deve saber que ao ingerir um copo de refrigerante está ingerindo uma quantidade de açúcar equivalente a nove colheres, por aí se nota que para uma alimentação saudável o açúcar deve ser evitado, principalmente aquele contido nos refrigerantes.