De Onde Vem o Caviar

O caviar tem sua origem em ovas não fertilizadas de um peixe chamado esturjão, claro que muita gente sabe que o caviar é uma iguaria de luxo, além de ter grande valor gastronômico e tem também grande valor monetário.

As ovas das quais são produzidas o caviar, podem ser frescas ou secas, e são apenas salgadas, não levam qualquer tipo de aditivo como corante ou produto químico para servir de preservante.

Tradicionalmente, o nome caviar é utilizado para as ovas provenientes das espécies selvagens de esturjão, principalmente, as do Mar Cáspio e seus afluentes, mas podem ter como origem a Rússia ou o Irã.

As ovas que dão origem ao caviar, tem a qualidade definida através do sabor, do tamanho, da consistência e da cor, atingem seu preço maior no mês de fevereiro.

O valor de um quilo da ova do peixe esturjão pode passar do cinco mil euros, claro que com um valor desses, o caviar está associado a ambientes de alta cozinha e dos ricos, e assim como tudo que é caro, podem existir falsificações.

Tem muito rico metido a besta que come caviar falsificado, no caso das ovas de outros peixes, podem ser usadas tinturas de polvo ou outro tipo de tintura para falsificar essa cobiçada iguaria.

Na falsificação são usadas ovas de outros tipos de peixes e colocadas tinturas, as ovas ficam da mesma cor das ovas do esturjão, então, é só secar as ovas e obtêm-se o caviar.

Nunca comi esse tal de caviar, cá entre nós, prefiro ovas de tainha, além do preço do quilo ser bem mais em conta, não vale a pena falsificar ova de tainha, que aliás, é muito gostosa se for bem fritinha.