Dicas Para Currículo

O texto a seguir foge um pouco aos temas relacionados ao Ibytes, mas vou atender os pedidos feitos através de e-mail e deixar algumas dicas para que você que ainda não arranjou emprego possa deixar para trás essa dificuldade.

Um currículo não é mais do que a descrição resumida da sua história acadêmica e profissional.

Utilize-o para chamar a atenção sobre as suas potencialidades, não desvie a atenção para coisas pequenas que dificultem a leitura.

Sempre poderão ser dadas explicações mais detalhadas quando for convidado para uma entrevista, portanto, seja simples, mas objetivo.

Recorra ao máximo a verbos ativos, como exemplo: alcançar, iniciar, administrar, realizar, ser responsável por dirigir, só não exagere, tenha moderação.

Apresente os seus mais importantes sucessos profissionais um a um, em pontos separados, utilize frases curtas e evite os parágrafos longos, como isso se demonstra estilo empreendedor.

Ao fazer referência aos empregos, comece pelo emprego atual e recue cronologicamente, não se esqueça de incluir o endereço das entidades para quem trabalhou, sempre cite as datas, o princípio e o fim do período de tempo a que se referem, mencione sempre o seu cargo nas empresas e faça uma breve descrição das mesmas, acrescentando as realizações pessoais que considere pertinente.

Se estiver à procura do primeiro emprego, cite qualquer primeira experiência de trabalho relevante, quer tenha sido remunerada ou não.

As entidades patronais reconhecem um entre alguns, talvez centenas, ou talvez em milhares, isto quer dizer que existe uma quantidade enorme de currículos.

Assim, se for candidato a um emprego em Informação Tecnológica esteja certo que a ênfase deve ser dada aos seus trabalhos realizados nessa área.

Mentir é uma perda do seu tempo e do tempo do seu potencial empregador, acrescentar seis meses à sua permanência num emprego pode parecer uma boa idéia, mas se for apanhado nessa mentira perdeu também a nova oportunidade.

Mas não se menospreze, se você pensa que dois ou três anos que passou fazendo alguns trabalhos voluntários no estrangeiro podem mostrar o seu conhecimento de um determinado país e sua cultura, não deixe de escrever isso no seu currículo.

Dê a devida relevância aos objetivos que conseguiu alcançar durante os seus estudos, mesmo que esteja há anos no mercado de trabalho, chefe de equipe, líder de estudantes, enfim, qualquer coisa relacionada, tudo isso demonstra que é entusiasta e tem espírito de iniciativa.

Tente escrever o seu currículo numa só página com uma folha em anexo para referências, se não couber tudo, não reduza o corpo da letra.

Qualquer dificuldade de leitura levará o seu potencial patrão a colocar de lado o seu currículo.

Erros tipográficos e gramaticais significam que o seu currículo vai diretamente para o arquivo geral, ou talvez para o lixo.

Nenhuma empresa vai empregar alguém que nem se deu ao trabalho de retificar o seu próprio currículo.

Não confie na correção automática do seu computador, leia-o e revise-o você mesmo.

Uma pessoa de fora é muito útil para localizar erros ou dar sugestões.

Uma vez que se trata do seu próprio currículo, e já o leu várias vezes, será difícil distanciar o olhar para ele com objetividade.

Nunca tente começar e acabar o seu currículo em uma oportunidade, volte sempre a lê-lo depois de dois dias.

Confirme as suas referências antes de as acrescentar ao seu currículo.

Nada pior do que usar o nome de alguém que não pode ser localizado no endereço ou através dos meios de contato indicados, e pior ainda quando existem quaisquer ressentimentos contra sua pessoa.

Pode ser chato e constrangedor, mas a melhor pessoa para se usar como referências é o seu atual patrão, ou alguém que saiba como você reage em ambiente de trabalho.