Horário de Verão

A gente leva um mês ou um pouco mais se adaptando a uma troca de horário, mesmo que seja uma hora a mais ou a menos como é o caso do horário de verão brasileiro, penso que seria mais correto dizer que é o horário que usam para enganar o povo brasileiro.

Enganar sim, porque não é todo mundo que tem certo conhecimento geográfico brasileiro e a percepção que o horário de verão causa mais transtornos do que benefícios.

Na verdade, o horário de verão é melhor para quem tem turnos de trabalho em repartições e o expediente termina mais cedo, a verdade está aí, só que muitos não percebem ou fingem não perceber.

Os empresários bocas-abertas aceitam tudo, mas se ninguém adota essa porcaria, o governo desiste, mas tem medo e se borram todo, imagina uma FIESC sendo contra…… de minha parte, fazendo as horas de trabalho, não importa em qual horário trabalhem.

Pense num pedreiro naquela torreira de sol, do lado de fora de um prédio, quando o relógio marca 12h30min, pelo horário de verão são 13h30min, e quem disse que ele pode esperar o sol baixar um pouco para trabalhar? Acho que é desumano.

Já o camarada dentro de um escritório, na força do ar condicionado, espera o expediente terminar, e ainda claro, dá tempo de ir à praia, ou shopping, o trabalhador braçal está morto quando termina o expediente.

Atualmente (2016) o horário de verão vale para 10 estados e o Distrito Federal, todo ano é esse negócio de atrasar os relógios em uma hora.

O governo diz que a economia deve ser de 4,5%, então eu pergunto: para onde vai essa economia? Quem fica com esse dinheiro? Para que é usado esse dinheiro? Convençam-me com respostas claras que eu mudo de opinião.

Segundo o governo, a estimativa de ganhos com a adoção do horário de verão supera o patamar de R$ 4 bilhões por ano, então pergunto novamente: onde está esse dinheiro? Porque no verão, além de supostamente economizar ainda pagamos mais caro?

Muitas pessoas sofrem com as alterações no horário, por isso se preparar desde já para não sentir tanto os efeitos da mudança.

A principal ação para minimizar os efeitos do fim do horário de verão é atrasar aos poucos a hora de dormir.

Para sentir menos, recomenda-se fazer a mudança de forma fracionada, indo dormir alguns minutos mais cedo a cada dia até que adaptação esteja completa.

Os idosos podem enfrentar maiores obstáculos para a adaptação, podendo levar até dois meses para se adequar ao novo horário.

Enquanto que muitos idosos (principalmente) têm problemas de saúde devido a falta de sono, então procuram ajuda nos pronto socorro ou postos de pronto atendimento.