Há Barulhos No Carro?

Além da recomendação para não ficar com a chave na posição de “ignição” por mais de 5 segundos ao dar a partida no motor, e a de não repetir a tentativa antes de 20 segundos se o carro não pegar, existem também as recomendações para depois que o carro esteja com o motor funcionando.

Assim que o motor pegar, é bom estar atento ao ruído do motor, observe se não existe algum ruído diferente ou um chiado semelhante ao ruído de um jato de uma torneira, geralmente esse é um ruído que é provocado por um problema no bêndix do motor de arranque, que se não for resolvido irá afetar o induzido, o automático e a bobina de campo.

Quando ligar o carro pode ser escutado barulho de peças batendo, associadas à trepidação e deve significar que o escapamento ou os dispositivos que dão sustentação ao motor e ao câmbio, protetor do cárter, suporte do coxim e os próprios coxins apresentam problemas, as vezes é apenas a proteção do cárter que está solta, mas convém verificar o que realmente está acontecendo.

Os problemas de sustentação do motor ou do câmbio também podem ser percebidos por um tranco forte ao tirar o pé da embreagem, principalmente depois de engatar a primeira marcha.

Se ao acelerar aparecer um barulho semelhante a disparos ininterruptos de uma metralhadora, é a indicação que a saúde do motor não está muito boa, pois está rajando, como é dito popularmente.

É bom lembrar que a lubrificação é absolutamente indispensável para a conservação do motor, portanto fique sempre atento ao seu nível e efetue as trocas na quilometragem recomendada pelo fabricante do veículo.

Se você passar por buracos e ouvir ruídos de objetos soltos batendo, fique alerta, se esses ruídos forem acompanhados de uma trepidação no volante e for notado desgaste irregular nos pneus, provavelmente existe algum problema na caixa de direção.

Outra hipótese é que algum componente da suspensão esteja desgastado, então está na hora de fazer uma inspeção completa de todo o sistema, e se ao pisar no freio, puder ser ouvido um chiado metálico de ferro contra ferro, está na hora de substituir as pastilhas de freio.

Se você perceber ruídos semelhantes ao bater de panelas, principalmente durante as partidas, o silencioso do escapamento deve estar solto ou quebrado, e se os pneus estão cantando nas curvas é um indício de que o carro pode estar desalinhado, o desalinhamento pode acontecer quando passamos por buracos ou batemos o pneu no meio fio, e preste atenção se não há um ruído contínuo nas curvas fechadas, se acontecer, pode ser um problema na junta homo cinética.

Vale a pena prestar atenção no motor em marcha lenta, um barulho parecido com o de uma máquina de costura indica que as válvulas de admissão e escape, localizadas no cabeçote, estão desreguladas, nessa situação o carro perde desempenho e consome mais combustível.

Com o carro em movimento, preste atenção em qualquer barulho semelhante ao zumbido de um besouro, esse tipo de ruído é sinal de um desgaste nos rolamentos da roda e aparece principalmente em alta velocidade.