Dinheiro Para Comprar Carcaça

Tenho um amigo que é técnico em eletrônica e para quem é do ramo sabe como são as coisas, as vezes sobra uns trocados no bolso e se faz estoque de componentes e parte das contas são pagas, mas as vezes a coisa fica preta e as vacas ficam todas muito magras, mas magras mesmo.

E foi numa época dessas de miséria que meu amigo técnico recebeu a visita de um cliente, ele trazia um televisor que não ligava de jeito nenhum, o problema (ou a solução) é que o aparelho era importado (made in Paraguai), nos anos 90 isso era um problema e fazia muita gente pensar antes de comprar um aparelho moderno, enfim, o cliente do meu amigo comprou.

Depois de abrir o aparelho na presença do cliente meu amigo disse para o cliente: “Infelizmente não tenho peças para consertar seu televisor, mas preciso de dinheiro para comprar umas carcaça”.

O cliente pergunta: de quanto você precisa para comprar as carcaças?

Meu amigo responde: quanto você puder arrumar está bom, e o cliente gente boa e com dinheiro no bolso “adianta” 300 reais para comprar carcaças.

Passaram meses e nada do aparelho ser consertado, e meu amigo sempre se escondia nos fundos da oficina quando “esse cliente” vinha saber do andamento do conserto, por isso eles nunca se encontravam.

Seis meses depois o cliente fez campana na frente da oficina e não teve jeito, ao abrir a oficina o encontro é inevitável.
O cliente então pergunta sobre o conserto e meu amigo responde que não tem peças para consertar o aparelho, desapontado mas firme o cliente pergunta pelos 300 reais que foram “adiantados” para comprar carcaças.

E o técnico responde na maior calma: “comprei as carcaças conforme tinha intenção, eu lhe disse que não tinha peças para consertar seu televisor, que por sinal só tem peças no Paraguai”.

O cliente fica muito bravo e pergunta: o dinheiro não era para comprar as peças? Onde você comprou essas tais carcaças?
A reposta foi imediata: “Em nenhum momento eu lhe disse que consertaria seu aparelho, mas lhe disse que precisava de dinheiro para comprar carcaças, e comprei, eu e minha família fizemos muitos caldos e muitas sopas com a ajuda que o senhor nos deu.”

Carcaça pode ter vários significados, no mundo dos consertos é onde se retira peças de aparelhos fora de uso e as peças são reaproveitadas, no mundo da pessoa comum carcaça é aquela parte da espinha de frango ou galinha velha (em alguns locais chamam de dorso) que é vendida nos mercados e mercearias, principalmente nos bairros onde residem pessoas de baixa renda.

Até hoje o coitado do meu amigo técnico sofre com o resultado do desfecho dessa história real e engraçada, obviamente que não vou revelar seu nome, mas serve de alerta para aqueles que acham que nunca andam distraídos.