Atração e Quantidade

Mesmo desconsiderando todas as energias não humanas, que também atuam sobre nós, sabemos que vivemos imersos num gigantesco mar de energias, positivas e negativas, geradas continuamente por todos os seres humanos da terra.

Mas, se a gente quiser será que podemos captar essas energias? Essa é uma pergunta simples, e a a resposta é sim, mas o grande problema é que podemos captá-las mesmo sem querer e sem saber, na realidade, já captamos.

Como já sabemos, na lei que rege o magnetismo humano, semelhante atrai semelhante, então as energias humanas, geradas pelos pensamentos, sentimentos, emoções, palavras, desejos e ações, automática e imediatamente atraem outro tanto de energias de teores vibratórios-morais semelhantes e/ou idênticos, geradas por outros seres humanos, mas nós não sabemos quem são, e nem quantos são.

O ódio atrai ódio, e também raiva, vingança, rancor, despeito, etc.

O amor atrai amor, e também bondade, afeto, gentileza, altruísmo, etc.

A desonestidade atrai desonestidade, e também mentira, leviandade, traição, roubo, desconfiança, etc.

A Sinceridade atrai sinceridade, e também lealdade, amizade, gratidão, confiança, etc.

As atrações descritas, acontecem de forma automática, ou seja, sem manifestação de uma ou mais pessoas.

Mas, qual a quantidade de energias humanas alheias nós atraímos, e quando é que emitimos energias semelhantes ou idênticas?

Depende da potência da energia gerada, é diretamente proporcional, quanto maior for a potência da energia gerada, maior será a quantidade de energia atraída.

Nesse exemplo, vamos admitir que as potências das energias geradas pelas criaturas humanas variem do grau zero ao grau quinhentos, e que, para cada um grau de potência, o raio de ação da energia gerada seja de meio metro.

Vejamos as atuações da pessoa 1 e da pessoa 2:

A pessoa 1 está emitindo um pensamento de grau 5, enquanto a pessoa 1 continuar emitindo aquele pensamento de grau 5, atrairá, para si, energias mentais semelhantes e/ou idênticas que estiverem no raio de 5 metros.

A pessoa 2 está gerando uma emoção de grau 300, enquanto a pessoa 2 continuar gerando aquela emoção de grau 300, ela atrairá, para si, energias emocionais semelhantes e/ou idênticas que estiverem no raio de 300 metros.

São exemplos hipotéticos, mas, mesmo assim, deixou claro que, quanto maior for a potência da energia gerada, maior será o raio de ação da atração de energias semelhantes e/ou idênticas.

Além disso, quanto maior for a potência da energia gerada, maior será o poder de atração de energias semelhantes e/ou idênticas dentro do seu raio de ação, ou seja, maior será a quantidade de energias semelhantes e/ou idênticas atraídas:

1 – No caso da energia gerada de potência 5 é muito fraca, mas no raio de 5 metros poderão ser atraídas uma ou mais energias semelhantes e/ou idênticas.

2 – No caso da energia gerada de potência 300, bem mais forte, deverão ser atraídas a maioria das energias semelhantes e/ou idênticas que estiverem no raio de 300 metros. Em resumo podemos afimar que conforme seja a potência da energia gerada, serão atraídas mais ou menos energias humanas semelhantes e/ou idênticas.