Meu Amigo Verdadeiro

Às vezes a gente não se dá conta, e só vai saber o quanto faz diferença quando alguma coisa ou alguém não está mais ali a cada vez que você chega, assim era com o meu cachorrinho de estimação.

Não adianta nem tirar onda comigo dizendo que um barbado de 50 anos não deve se importar com um animal, a verdade é que esse animal era um dos poucos amigos e companheiros verdadeiros que eu tinha.

Toda vez que eu saia ele ficava ali sentado me olhando, às vezes ameaçava querer sair junto e então dizia em tom de voz mais forte para que ali ficasse e ele ficava, quando eu voltava lá vinha ele todo feliz batendo o toco de rabo que lhe restava.

Na verdade eu não sabia que gostava tanto cachorro, talvez seja porque ele tinha o que se chama de respeito, não me desobedecia e não atrapalhava nas coisas que eu pretendia fazer. 

Mas parece que o danado sabia que seu fim estava próximo, fazia alguns dias que ele parecia estar mais carinhoso, mas achegado e com aquele jeito de pitcher submisso e feliz, e se derretia todo quando eu estava por perto, não precisava falar, ele parecia saber exatamente o que eu queria, bastava bater o pé e pronto, ele corria prá lá e prá cá feito doido durante vários minutos, como se estivesse dizendo: vem me pegar se fores capaz, nunca consegui pegá-lo enquanto corria.

Mas tudo na vida tem fim, a alegria também cabe nesse contexto, por descuido ele fugiu no ambiente onde vigiava e morreu atropelado por uma moto, não tenho como culpar o motoqueiro, afinal, o animal era meu e eu é quem deveria mantê-lo preso.

Não sei como aconteceu a fuga, mas outra pessoa de minha convivência saiu e ao voltar viu que ele estava na rua e mesmo assim não se importou e deu no que deu.

Era um cãozinho de estimação e recebia como pagamento apenas carinho, comida e banho, e eu ainda aproveitava para arrastar minha roupa nele todas as manhãs, como trabalho com entregas, os outros cães sentiam o cheiro dele na minha roupa e sabiam que eu gostava de um cão, talvez seja por isso que nunca fui mordido por nenhum cão.

Como dizem, talvez em alguns dias eu nem me lembre mais, isso é o que dizem, vamos esperar para ver o que acontece, mas se você leu até aqui é porque também gosta de animais, então esteja sempre alerta, não deixe que seu animalzinho de estimação fuja, para ele pode ser uma fuga fatal, ele pode ser atropelado ou até mesmo roubado, e para você vai ficar aquele vazio da perda de um amigo sincero, que nunca pediu nada mais do que carinho, mas fez seu tempo passar com muitos momentos de alegria e até de suspense.