Os Assentos de Couro

Um banco de couro reduz a incidência de choques, a verdade é que choques são até comuns, e acredito que todo mundo sabe disso, mas será que você sabe que qualquer mulher que vê um carro com banco de couro “pensa em mil e uma coisas”?

Pequenos choques são comuns, principalmente no sul do Brasil, quando o inverno chega vem acompanhado da queda da umidade relativa do ar, e essas são as condições favoráveis para que energias estáticas se acumulem dentro do veículo.

A energia estática que geralmente fica acumulada entre os ocupantes e o assento do automóvel é descarregada na hora em que o ocupante está saindo do carro, a descarga de energia provoca pequenos choques elétricos, por isso é até comum alguém dizer que levou um choque quando estava saindo do carro, mas como fisicamente parece não haver a possibilidade de choques, ninguém volta ao assunto com vergonha ou para evitar que alguém fique duvidando, mas eles de fato acontecem.

A intensidade destes choques é pequena e por isso não causam nenhum problema a saúde, pois a quantidade de energia é baixa, também é descartada a possibilidade de que os choques causem algum tipo de defeito no sistema elétrico do veículo.

Mesmo não fazendo mal a saúde, nem causando defeito nos veículos os choques são muito desagradáveis e pode acreditar que existem reclamações junto às montadoras.

A energia estática que fica armazenada tem sua origem na fricção do ocupante do veículo com os assentos que tem revestimento sintético, a solução para o problema é substituir os assentos de revestimento sintético por assentos com revestimento de couro, e olha que o tema é assento de carro, mas pode perfeitamente acontecer com as cadeiras na sua cozinha, com o sofá da sua sala, e até se sua cama tiver revestimento sintético também poderá gerar energia estática enquanto dorme e se movimenta.

Por receber um tratamento especial à base de produtos naturais, o couro acaba evitando acúmulo de energia eletrostática, é muito diferente do tecido sintético, que por sua composição e pela forma como foi tramado, acaba favorecendo tal acúmulo.
Existe quem troque o assento de tecido sintético pelo assento forrado de couro apenas para se livrar das incômodas descargas elétricas, mas, mesmo assim reluta em afirmar que este é o principal motivo da troca dos estofamentos, afinal, ninguém quer assumir o papel de supersensível.

Bancos de couro ou de sintético não importa, eles devem ser cuidados, e os cuidados são a garantia de vida longa para os bancos com revestimentos originais ou que foram revestidos depois, mas se o revestimento for de couro, é importante evitar deixar o carro exposto ao sol, que sem dúvida, é o pior inimigo do couro, com a exposição ao sol, o couro tende a se tornar ressecado e quebradiço.

Dica: O couro terá mais durabilidade se não passar produtos como vaselina ou silicone, materiais que são muito usados em lavagens de postos de gasolina, eles penetram no couro e, além de estragá-lo, atingem a cola, fazendo a forração se soltar, outro inimigo do couro são as calças jeans com rebites metálicos nos bolsos, eles riscam o assento e as laterais, e para limpar ou remover manchas, é o suficiente um pano limpo e sabão neutro.