Surgiram Os Coquetéis

Levantar um coquetel com classe em um ambiente público como num bar sempre foi sinal de status, um símbolo de elegância e de sofisticação, essa prática era comum nos anos 60, e era uma espécie de moda só para quem era chique.

Tudo que é moda é por tempo limitado, por isso o ato de “brindar” acabou caindo no esquecimento e já não existe aquele velho glamour no ritual de beber drinques, até mesmo porque não é mais incentivado o consumo de bebida como nos anos 60, campanhas do tipo “não dirigir depois de beber” são a cada dia mais frequentes e é óbvio que os motivos de não beber para depois dirigir fazem sentido.

Os coquetéis têm sua origem nos EUA e a história não é nem um pouco glamorosa, até a origem do termo coquetel (em inglês cocktail, que traduzindo é o mesmo que rabo-de-galo) também não tem nada de chique.

Histórias relacionam a palavra cocktail às rinhas de galo que ocorriam na região do Mississipi, onde as penas eram retiradas do galo vencedor e eram usadas para mexer os drinques dos apostadores vencedores.

Os coquetéis surgiram na época da “lei seca” nos EUA, nessa época o consumo e a fabricação de bebidas alcóolicas eram proibidas, e os coquetéis surgiram da mistura de qualquer outra bebida (geralmente sem álcool) que pudesse disfarçar o gosto e o cheiro, além disso, apesar de proibido, a bebida alcoólica era consumida misturada.

Nesta seção estão textos relacionados a coquetéis e drinques e o modo de como fazê-los, se você gosta do assunto, escolha os links ao lado e boa navegação, saúde e vida longa!!!!!!!!!!!!!