Os Tributos na China e no Brasil

Às vezes um desconhecido qualquer aparenta saber mais do que os técnicos do governo no que diz respeito a carga tributária, e na real sabe mesmo, afinal é esse pequeno e anônimo quem paga até para esses supostos técnicos continuarem enganando a população.

Esses técnicos de araque impõem seus estudos em favor da máquina caça-níqueis do governo, onde até o ar que é respirado é pago, esses técnicos que tem seus estudos aprovados pelo governo no sentido de arrecadar, e só arrecadar, pois os serviços prestados para a população são poucos se comparados com a quantidade de taxas que são cobradas.

E não são só serviços de má qualidade, na maioria das vezes são serviços pagos adiantado na forma de impostos para ter um serviço prestado por funcionários públicos com má vontade, esta é a verdade, doa a quem doer, mas esse é mais um choro que não será ouvido pela mãe “Pátria”.

 
 

Esses técnicos atuais deveriam ser despedidos do governo e enviado para a “Ilha das Malvinas”, lá eles poderiam refletir sobre o que fizeram com o Brasil nos últimos anos, quem sabe mudassem seu modo de pensar.

O país funciona exatamente como uma empresa, para crescer precisa ter bons e dedicados funcionários, obviamente que não é só de bons funcionários que uma empresa precisa, os gastos devem ser menores do que o faturamento líquido, isso é básico.

Surgiu uma onda de reclamações a respeito dos países emergentes, onde a China é líder, reclamam dos preços finais dos produtos chineses e que eles competem até com produtos americanos, no Brasil é uma avalanche de produtos chineses, mas alguém já procurou saber qual a carga tributária chinesa?.

Parece que há um contrassenso, mas a China é o país asiático que mais reduz o lucro líquido das empresas com o pagamento de impostos, mesmo com redução de 45% da renda líquida os cidadãos chineses recebem poucos serviços gratuitos, mesmo assim, os chineses conseguem produzir e competir com produtos similares brasileiros, só quem está com a mente “fora da casinha” acha que está tudo certo.

O Brasil tem uma carga tributária absurdamente alta, é quase o dobro da carga tributária da China, se compararmos a carga tributária de Brasil, Rússia, Índia e China podemos entender porque os produtos importados são preferidos ao invés dos produtos brasileiros.

O total de impostos, tributos e contribuições recolhidos no Brasil é de 34% do produto interno bruto, na Rússia, a carga é de 23% do PIB, na China é de 20%, na Índia, o total da arrecadação corresponde a 12,1% do PIB, não é preciso ser técnico em economia para saber que não tem como crescer com a carga tributária nas nuvens.