Outra Vez Sobre o Panda

Pesquisei e li vários artigos sobre Panda (o algoritmo do Google) e li novamente até conseguir entender, foram tantos que não me lembro de todos, alguns porque de início achei insignificantes e outros por desleixo mesmo, e acabei por fazer um resumo de tudo, a conclusão que pode até parecer absurda, mas penso que deve estar muito próxima da realidade.

Para entender melhor é preciso saber só o básico sobre o Adwords, onde quem anuncia só paga se o anúncio for clicado, e ao escolher o anúncio se escolhe também as palavras chave, e a partir das palavras chave é que são cotados os valores de cada clique, que é o custo por clique (CPC).

O Google diz que o algoritmo Panda foi criado para melhorar a experiência do usuário utilizador das buscas, e de certa forma faz sentido, já que chegar a uma página sugerida nos resultados e ver praticamente só anúncio é realmente chato, mas também é preciso reconhecer que os criadores de conteúdo precisam receber pelo seu trabalho.

A monetização é o pagamento pelo trabalho e pelas despesas para manter um site visível na internet, os valores dependem do empenho do editor, do SEO, e do nicho de mercado que o editor optou como tema do site, e no que diz respeito ao Google Adsense existem regras rígidas a serem seguidas, e do aceite e do cumprimento das regras depende a permanência ou não do editor no sistema.

O algoritmo Panda tem tudo a ver com os ganhos do Adsense porque da posição dos anúncios depende se o sistema vai promover ou punir o editor, e é preciso ressaltar que são feitas atualizações periódicas que só o Google sabe as datas, e muito se fala em punição nos resultados das buscas, afinal, é das buscas que vem a maioria dos usuários de qualquer site.

Poderia falar de qualquer outro sistema de buscas, mas o Google domina o mercado com a quase totalidade, então, se dependemos dele devemos seguir o que ele determina e papo final, discutir não resolve, regras são regras e as regras do Google são claras: “faça o que eu digo e não faça o que eu faço”.

Mas como determinar a posição correta para colocar os anúncios sem ser penalizado e ainda assim colocar numa posição em que possa obter bom CTR?

A resposta é difícil, pois depende da resolução da tela do usuário, mas a resolução mais popular deve ser a que serve como referência, então a minha conclusão é que a resolução padrão (atualmente) é a resolução de 1024 x 768.

Num site padrão, acima da dobra aproximadamente 33% do espaço é ocupado pelo logotipo, do nome do site e a descrição, além de links de navegação, restam 67% para conteúdo, o problema é que é preciso monetizar o site, e muitos editores encheram esse espaço “nobre” de publicidade tornando a experiência do usuário desagradável, ou seja, ele procurava conteúdo me encontrava publicidade.

Não há punição para quem tem anúncios acima da dobra, mas deve haver espaço também para o conteúdo, assim, dividir 67% do espaço entre publicidade e conteúdo não vai causar punição, pois o robô verifica se o espaço ocupado não é anuncio apontando para fora do site e se o espaço não se comporta como anúncio provavelmente faz parte do conteúdo.

Então logotipo, nome do site e descrição do site e links de navegação não se comportam como anúncios e ocupam no máximo 33% acima da dobra e não punirá o editor, já que 67% serão ocupados com conteúdo, desses 67%, 33% podem ser com publicidade, o detalhe é que o robô interpreta tudo que não for anúncio como como conteúdo.

Chegou a haver comentários no lançamento do Panda que o alvo seriam os editores do Adsense, e foi dito que o alvo eram os sites que não tinham o padrão de qualidade, não importando se era somente Adsense ou de outros programas, e que o objetivo era mostrar resultados relevantes para o usuário e sem publicidade antes do conteúdo.

Quem está envolvido diretamente com Adsense está frustrado e descontente com os resultados do esforço do Google para apresentar melhores resultados, que no final das contas não é para o usuário, é para ele mesmo o benefício, só que quem vive no mundo real não tem conhecimento sobre esses fatos, a verdade é que a vida real se confunde com a vida virtual.

Quase ninguém sabe nada sobre SEO e o que faz “isso”, mas quem está intimamente ligado a monetização deveria saber que cada detalhe que está no código do nosso site, principalmente aqueles que tem relação com SEO foram escritos ou ainda serão escritos por nós mesmos.

Acredito que todos com um mínimo de experiência e dedicação serão capazes de melhorar ou apenas manter o rank de seu site e também de reverter alguma penalidade imposta fazendo retornar o tráfego, e assim continuar ganhando seu almejado dinheiro ganho através da internet, que sempre foi o sonho de muitos, só que está cada dia mais complicado, afinal, ganhar dinheiro honestamente não é fácil.