Câmeras São Úteis

Nos últimos tempos tenho sido criticado por algumas pessoas que conheço, claro que em todo assunto existem aqueles que são a favor e outros que são contra, o assunto em questão é dirigir com uma câmera filmando tudo que acontece no alcance da câmera.

Sem levar em conta os motivos daqueles que criticam, penso que se eu tiver que discutir com alguém sobre algum acontecimento no trânsito e que eu esteja envolvido, é muito mais fácil eu assistir o vídeo e calmamente decidir quem estava errado, por outro lado, penso que quem é contra é porque faz coisas que não deve, afinal, quem não deve nada não precisa ter medo.

Meses atrás um ciclista saiu de um supermercado feito louco, não olhou para lado nenhum, mesmo tendo ciclovia estava fora dela e cruzou a frente do veículo que eu dirigia, o resultado foi “ele bater no carro” e não eu atropelar o inconsequente.

Com o é de praxe, formou-se o bolinho dos que viram como foi e que dizem qualquer coisa só para ferrar a vida dos outros, principalmente de quem dirige, e esses caras mentem com tanta convicção que só uma prova indiscutível como um vídeo vai provar que estão mentindo.

Então, chamei a polícia militar, já que o órgão de trânsito municipal não trabalhava aos sábados, pois eram 19h30min de um sábado, diante de tantas testemunhas que não viram como aconteceu, mas que julgam que sempre quem está ao volante é o culpado, alguns deram seus depoimentos, e o policial colocou no relatório.

Diante dos fatos não havia o que discutir, o “acidentado” estava certo queria uma bicicleta nova, mas não havia nem sequer um arranhão, pois a velocidade permitiu que eu parasse antes dele bater no carro, por isso mesmo é que afirmei que “foi ele que bateu no carro”.

Felizmente me mantive calmo e informei que tinha tudo filmado e que o policial estava prestes a cometer uma injustiça, pois se ele colocasse no relatório o que as pessoas diziam, estaria sendo injusto, ele pediu que nos afastasse do bolo de curiosos para ver a gravação, e a minha versão dos fatos foi confirmada pela gravação.

E a cada dia que passa com cada vez mais gente mal educada e inconsequente no trânsito, são de parte a parte, todos que utilizam a via pública estão sujeitos a tudo.

Por isso se faz necessário olhos extras e imparciais para provar aquilo que deveria ser no máximo a palavra do motorista versus a palavra do pedestre ou ciclista, mas como a lei diz que “pedestres e ciclistas” são os mais fracos, também são eles os mais protegidos e pela condição de “coitadinhos do trânsito” são os mais privilegiados, e muitas vezes os causadores dos acidentes.

Quem usa uma câmera não vai evitar o acidente, mas vai ter como provar como aconteceu realmente, sem mentiras, sem armações e sem provas falsas.

Assim evita que aqueles que querem ter uma vida fácil ganhando um salário sem fazer nada pelo resto da vida por conta de um acidente causado quase que de propósito.

Também existem aqueles que querem levar vantagem, mas quando cai com sua intenção malevolente numa seguradora de veículos, esta lhe arranca até a cueca, basta ter uma prova que não possa ser contestada, ou um juiz vai pedir autorização para o infrator para que algo seja filmado?

E você é daqueles que utiliza as vias públicas com consciência e conhecimento que a via é pública e não só sua? Ou é daqueles que é dono da via pública e não se preocupa com nada?