Quem Gasta Menos?

Uma pesquisa realizada pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara e-net) mostrou que as mulheres consumidoras de lojas virtuais deram um salto entre 2000 e 2008, no ano da virada do milênio, o número de mulheres, segundo a pesquisa, era de 37%.

Agora em 2008, as mulheres já representam metade dos consumidores que preferem comprar pela Internet.

Mas nem tudo tá equilibrado entre homens e mulheres quando o assunto é o e-commerce, que é como são chamadas as lojas virtuais, as mulheres gastam muito menos que os homens.

De janeiro a junho de 2008 o valor médio da compras femininas foi de R$ 272.00, é uma diferença de 38%.

A pesquisa revela que a diferença no valor é porque a mulher compra produtos bem mais baratos, são livros, cosméticos e bijuterias.

Os homesns preferem equipamentos eletrônicos, como máquinas fotográficas, rádios e GPS.

No geral, os consumidores da internet preferem a praticidade, e o motivo não é diferente com as mulheres.

O estudo faz parte do Web Shoppers, e é uma espécie de raio-X do e-consumidor brasileiro.

Ele mostra que as mulheres se viram no trabalho e fica difícil fazer as populares comprinhas convencionais, por isso preferem comprar pela internet.