Quer Trabalhar Para Mim?

No meu trabalho encontro muitas pessoas todos os dias, e um dia desses encontrei um homem de aproximadamente 40 anos, ao aproximar cumprimentei e ele fez uma cara de quem comeu e não gostou, insisti e perguntei se eu tinha feito alguma coisa que tivesse deixado zangado, ele respondeu que não, mas estava muito chateado só que não era comigo, brinquei e acabei “arrancando” o motivo da sua chateação, é que ele estava frustrado com a idéia de “trabalhar para alguém” ele parecia ansioso em “montar e administrar seu próprio negócio”.

Mas, ele disse demonstrando poucas esperanças, “Eu tenho família que conta comigo e para dar conta de um padrão de vida é preciso fazer muito sacrifício”.

Falamos por alguns minutos e continuei meu caminho, comecei a pensar como é incrível e muita gente não consegue, mas toda pessoa tem de decidir por si própria o nível de sacrifício e de risco que está disposto a enfrentar com a finalidade de desfrutar das satisfações de um trabalho independente.

Antes de tomar uma decisão definitiva é preciso conhecer algumas estratégias para a gestão do risco e permitir que seja tomada uma decisão com base em informações.

Abaixo são listadas algumas estratégias, as primeiras sugerem formas de transição gradual de salário, ao invés de meter a cara com tudo, nas estratégias seguintes são citadas maneiras de fazer o dinheiro render mais, as demais, são idéias para começar e não ter que parar.

Deixar o seu emprego atual com a finalidade de trabalhar próprio negócio pode até parecer a única opção, com base em um pressuposto de que você não irá receber aprovação do seu chefe atual para reduzir seu horário de trabalho.

Mas antes de qualquer atitude se deve ter a resposta para perguntas simples e fáceis, a primeira delas é saber se sua empresa terá lucro para manter suas necessidades básicas para um período transitório, essa informação é essencial para abordar seu atual empregador.

Em primeiro lugar, tenha certeza de fazer o trabalho de casa, quem sabe não será necessário fazer uma reserva antes de um pedido de desligamento do emprego atual, é preciso ter fundamentação, não para fazer o pedido, mas saber se seu empreendimento vai dar certo.

Também é preciso considerar a questão da resposta, apesar de você informar ao seu empregador da sua vontade de se desligar do emprego e estar preparado para sair, pense no que vai fazer se a resposta à sua solicitação for não.

Se precisar deixar o seu atual emprego, existem habilidades que podem ter que ser executadas, note que será preciso trabalhar sem uma parte significativa das despesas até mesmo das necessidades básicas como moradia e alimentação.

Ou será que você pensa num trabalho Free-lance como opção? Tem gente que pensa que um trabalho clandestino possa ser a solução, mas é puro engano, pode ser útil em curto prazo em serviços profissionais oportunos.

As despesas fixas como hipoteca, impostos, seguros, etc, são despesas discricionárias que compõem a maior parte dos orçamentos.

Fazendo uma análise cuidadosa dessas despesas e saber o tempo que você pode agüentar pode salvar muito dinheiro e cabeça quente.

Analisando cuidadosamente as despesas com cartão de crédito e as taxas de juros, despesas bancárias, débito automático, planos de telefone, certamente foi perdido dinheiro se a preferência foi deixar o dinheiro na poupança.

É necessário esperar para pedir empréstimos para custos iniciais até que se tenha uma idéia bem sólida a respeito do empreendimento, e somente depois disso é que se deve enviar os documentos para pedir empréstimo.

Refinanciar uma casa ou ter uma linha de crédito de juros baixos são formas de gerar capital, dependendo da sua idéia de crédito, você também pode ter um tempo de carência com empréstimos bonificados a partir de empresas de cartão de crédito.

Se você escolher esta opção, com aplicação de empréstimos ou de refinanciamento de pacotes enquanto você estiver empregado é fortemente aconselhada, pois sua classificação como um mutuário declina rapidamente assim que o dinheiro parar de entrar regularmente.

Comece no seu novo negócio enquanto ainda estiver empregado, existem passos que são muito importantes, mas todos podem ser iniciados ao mesmo tempo.

Muitos desses passos envolvem em perguntar e fazer algumas pesquisas informais para obter mais detalhes sobre sua idéia, isso pode levar semanas antes do inicio das atividades de verdade.

Pense sobre os serviços que você está qualificado para prestar, bem como os que você mais gosta de fazer, seja específico, escreva numa folha e então pense sobre o que grupo de pessoas se beneficia em obter esses serviços e se essas pessoas têm a capacidade de pagar por eles.

Mais uma vez, tem que ser específico: idade, onde se reúnem, hábitos e valores, como eles definem o problema que seus serviços vão resolver.

Se não souber, pergunte, encontre alguém que se encaixa com o perfil do seu cliente ideal, o perfil do seu cliente pode estar ao seu lado, é só obter a permissão para fazer algumas perguntas, geralmente as pessoas gostam de ser útil.

Não se deixe intimidar pelo termo “plano de marketing”, mesmo que você possa precisar de um plano de marketing para obter mais sofisticação no seu negócio, para agora, é preciso responder a algumas perguntas:

Como a minha empresa vai fazer dinheiro?

Qual é o produto ou serviço que está começando a vender?

Como descrevê-lo rapidamente para que as pessoas reconheçam o valor?

Como será feito um pacote da taxa de serviço?

Como será feito o preço do que está a ser cobrado pelos serviços?

Para a maioria das pessoas, qualquer coisa que envolva dinheiro envolve algum nível de medo.

É importante reconhecer a si mesmo e aos outros que você está tendo um risco, e você decidiu que é um risco que pretende assumir.

Portanto, consideramos o medo natural, e encontrar formas de o gerir.

Obter o apoio de pessoas que acreditam em você e que sabem que você está embarcando com medo da tática de gestão.

Não assuma que você vai buscar apoio nas pessoas mais próximas a você, eles provavelmente são os mais prejudicados pela sua decisão e, portanto, podem ser os menos preparadas para lhe oferecer apoio.

Também é útil definir uma meta, ou seja, uma data de conclusão é fundamental para o seu novo empreendimento, você verá que fazer esse compromisso, dizendo em voz alta, e na seqüência, gera mais confiança.

Para todos que estão cansados de trabalhar para alguém e estão ansiosos em trabalhar para si, estas estratégias devem ajudar a seguir passos positivos, mas sempre seja prudente para realizar seu objetivo, no mais boa sorte!