Rico É Quem Acredita

A riqueza existe dentro e fora de cada pessoa, mas só vai se manifestar naquela vida quando aquela pessoa acreditar que tem direito a ela, criando pensamentos prósperos, saudáveis e harmoniosos com a natureza.

Defendo a idéia de que se houvesse uma distribuição igual da riqueza no Brasil ou mesmo no planeta, a questão da pobreza não seria resolvida, penso que as pessoas usariam a riqueza de acordo com suas capacidades administrativas e mentais e depois de algum tempo viriam a existir novamente pessoas ricas e pessoas pobres, isso porque as pessoas de mentalidades prósperas multiplicariam o dinheiro, as pessoas de mentalidades não tão prósperas, com certeza, perderiam tudo, como exemplo, tem pessoas que ganham prêmios de loteria e algum tempo depois estão na rua da amargura.

Em todo o planeta parece que só o pobre é considerado trabalhador, é o sofredor e o oprimido, é o “coitadinho”, o rico não é, a verdade é que o esforço do trabalho que levou uma pessoa à riqueza de forma honesta não é reconhecido, os valores estão invertidos, o que acontece de fato é que são feitas mais críticas do que elogios às pessoas prósperas e bem-sucedidas, e olha que escrevo isso sendo pobre em bens materiais, simplesmente não tenho bens, tenho o suficiente para me manter porque trabalho e vou atrás daquilo que almejo, e principalmente porque tenho pensamentos positivos.

Escuto pessoas dizerem que gostariam de ter uma vida com mais riqueza, com mais dignidade e com mais liberdade, mas essas pessoas fazem o quê para obter o que desejam?

Será que essas pessoas acreditam mesmo que podem ter o que desejam? Na verdade, todos nós temos muitas maneiras de condicionar a mente e alcançar tudo o que queremos, mas como preservar o que vamos conquistar?

As leis são as partes de fora de sentimentos internos, se as pessoas não tiverem maturidade para compreender os benefícios que vem das leis e insistem em viver “levando vantagens em tudo” em cima dos outros, essas leis permanecerão sendo apenas frases impressas no papel.

Em qualquer parte do planeta acredita-se que o pobre está no reino de Deus, pois Seu reino é dos pobres, ser pobre é ser considerado bondoso e espiritualizado, e viver na pobreza os faz dignos de entrar no reino dos céus, quem é rico é visto com desconfiança e com desprezo, pois vive entregue às tentações da riqueza e, por isso, corre o risco de ser desviado do caminho dos céus.