Ciclofaixa ou Ciclovia?

Ser ciclista tem sido incentivado por vários segmentos da sociedade, o ambientalista tem como principal motivo a preservação do meio ambiente, e quem tem transporte público de má qualidade e muito caro tem como objetivo a economia e a rapidez.

Os motivos são vários, e não importa qual o motivo da preferência pela utilização da bicicleta, o fato é que economicamente é bem interessante, do ponto de vista ambiental também é, mas quando se trata de andar de bicicleta na chuva, em direção ao trabalho, a coisa não fica tão interessante assim, por esporte ou por lazer a chuva não tem importância.

As ruas das zonas urbanas não foram projetadas para a utilização das bicicletas, por isso, o que é feito é criar um espaço destinado ao uso exclusivo dos ciclistas, faixas que recebem a designação de ciclofaixa, ciclovia ou ciclorrota.

São três opções diferentes para o tráfego de bicicletas, e é muito provável que a quase totalidade dos ciclistas não saiba diferenciá-las ou não queira respeitá-las.

A ciclovia é um espaço separado somente para bicicletas, por isso é separado fisicamente da pista de rolamento destinada aos veículos motorizados, utilizando a ciclovia o ciclista fica muito mais seguro, e acaba tendo mais direitos, no caso de algum acidente, afinal, se ele estiver no espaço destinado a ele, não há nenhum motivo para que outro veículo invada seu espaço.

A separação da ciclovia da pista de rolamento pode ser através de meio fio, grade, muretas, blocos de concreto ou outros tipos de isolamento fixo.

A ciclofaixa é um espaço que não é separado fisicamente da pista de rolamento para veículos, a demarcação dos espaços é feita com uma faixa pintada no chão, podendo ter também “olhos de gato” ou “tartarugas”.

Por usar a estrutura da via existente, a ciclofaixa acaba sendo mais barata do que a ciclovia, a ciclofaixa é indicada para locais onde o trânsito é menos intenso.

A ciclorrota é uma das mais novas opções para os ciclistas.

A ciclorrota é um caminho que pode ou não ser sinalizado, a ciclorrota representa uma determinada rota com melhor acesso ao destino onde o ciclista deseja ir.

Não é um espaço demarcado por uma faixa pintada no chão e também não é um trecho da via separado para uso exclusivo de ciclistas, mesmo que parte ou toda a rota possa passar por ciclovias ou faixas.

Esses são meios que dão maior segurança e comodidade para ciclistas, embora ainda existam ciclistas que preferem disputar espaços com veículos motorizados.

A imagem abaixo foi capturada na Av. Ministro Luiz Galotti, e deixa muito claro a falta de preocupação com a própria vida e com a vida dos outros, embora exista uma ciclofaixa, ciclistas preferem fingir que ela não existe.

ciclistasf