Ser Lider Não é Por Acaso

A construção de equipes de funcionários com espírito empreendedor, é, e sempre foi um dos grandes desafios do mundo dos negócios, afinal de contas, encontrar pessoas que vestem a camisa da empresa como se fossem o dono é cada dia mais difícil.

Existem empresas que ainda existem graças à criação de equipes de líderes empreendedores, pois existem compromissos com clientes, e tantos outros compromissos que devem ser cumpridos, independentemente do homem ou mulher que esteja na liderança da empresa.

Quando existem imprevistos é que se percebe a importância de montar equipes capazes de se autoperpetuar e garantir por conta própria o crescimento da empresa e cumprir os compromissos.

Isso só se torna possível se existirem funcionários que não sejam comuns, devem ser empreendedores a serviço da empresa, mas é preciso procurar, e não formar apenas um líder de equipe, é preciso vários líderes, e até gerações de líderes, para que se sucedam quase que naturalmente.

Mas só é possível fazer isso com descentralização, mas não é uma descentralização comum, mas da divisão do poder, das responsabilidades e da gestão, isso é o que se chama autoridade com responsabilidade, e uma não funciona sem a outra, é preciso deixar claro que autoridade sem responsabilidade vira bagunça, e responsabilidade sem autoridade não leva a nada.

Cada tipo de negócio funciona como uma pequena empresa, e deve ser liderada por uma espécie de dono, e se espera do líder retorno para o cliente e para o acionista.

É como se ele mesmo fosse o dono da empresa, e é ele quem deve enfrentar os desafios e encontrar as soluções, mas esse esquema só dá certo se existir um ambiente de confiança, e já se sabe que chefes centralizadores não se adaptam nesse modelo, pois eles acabam retardando o desenvolvimento das pessoas e da própria empresa.

Quem tiver as características de líder empreendedor estará pensando em resultados em longo prazo, longo prazo pode ser 10 ou 15 anos, com base nisso se trabalha com planejamento para os próximos 10 ou 15 anos.

Como trata-se de longo prazo, existem três gerações de profissionais envolvidas, a terceira, é formada pelos profissionais mais novos, é aquela geração que está aprendendo.

A segunda geração é composta pelo pessoal que está produzindo e dando resultado, e tem como obrigação formar quem está embaixo.

A primeira geração é aquela que já abriu mão do poder e tem como papel a garantia da perpetuidade do negócio, e para funcionar uma geração tem que suceder à outra naturalmente.

Não pode e não deve haver engasgos, caso contrário, tudo é colocado a perder, sob qualquer ponto de vista, não faz sentido assumir compromissos com clientes se não houver gente capacitada para cumpri-los.

Esse processo é uma delegação planejada, pode ser considerada uma espécie de pacto feito entre os líderes e os liderados, pois eles estabelecem metas e têm de cumpri-las juntos.

Nem todo mundo pode ser o líder, muito menos, líder para sempre, e por incrível que possa parecer, nem todo mundo pode ser líder, nem meso por um dia.

Para chegar a líder é preciso ter uma capacidade especial, que é servir, todo líder precisa apoiar de verdade a sua equipe, é o que pode ser chamado de pedagogia da presença, e se a equipe falhar é porque o líder falhou.