Sobre Amortecedores

Os amortecedores foram criados para controlar a quantidade de energia que é recebida pelas molas, não é uma boa descrição da função dos amortecedores?

Está bem, está bem, esta afirmação não está boa, mas também não está tão ruim como parece, a verdade é que os amortecedores amortecem os movimentos da suspensão e das molas de cima para baixo, e o objetivo é criar uma harmonia com os movimentos das molas, através de um conjunto de válvulas hidráulicas instaladas dentro do amortecedor.

Como regra geral, quanto mais duras forem as molas mais duros devem ser os amortecedores, isto significa que se usar molas curtas com amortecedores desenhados para molas normais, não serão obtidos os melhores resultados.

Os amortecedores trabalham muito, trabalham tanto que é possível fazer ferver o óleo dentro deles quando se dirige continuamente numa estrada muito irregular.

Para resolver este problema apareceram os amortecedores a gás, que utilizam gás de nitrogênio para pressionar o óleo para baixo tornando-o mais estável, o que evita a ebulição.

A estrutura dos amortecedores a óleo ou a gás é idêntica, mas podem ser diferenciados através do eixo do amortecedor, que no caso do gás está pressionado na sua extensão máxima, quando os amortecedores ainda não estão montados.

Existem amortecedores ajustáveis sem que haja necessidade de desmontar o amortecedor, esta característica pode ser muito útil, mas a capacidade de ajuste incide apenas no retorno do amortecedor, ou seja, apenas quando o carro se move para cima e não no amortecimento.