Sobre as Interpretações

Desde que existe o ser humano existe o sono e com ele o sonho, desde o início da humanidade procura-se descobrir o significado dos sonhos, até a Bíblia relata que os faraós tinham grande preocupação com a interpretação dos sonhos.

No livro A Interpretação dos Sonhos, Freud formula as leis e as características do inconsciente, com este conceito consegue juntar fenômenos distintos como o sonho e os sintomas histéricos.

O sonho pode significar a realização de um desejo, talvez não necessariamente um desejo que possa ser aceito em nossa vida.

Freud escreveu que quando não se trata de um desejo aceitável, preferimos esquecer e o desejo fica recalcado, mas permanece em algum lugar exercendo seus efeitos, os sonhos são apenas exemplos destes efeitos.

Os sonhos têm como característica a falta de senso, a não obediência às leis que nos regem, eles seguem uma lei própria, seguem uma lógica que não é a lógica do dia-a-dia.

Talvez o sonho seja um sintoma neurótico e também uma manifestação de um desejo, e a principal diferença é que no sintoma uma solução é encontrada para que o desejo se apresente na consciência, mas este desejo se manifestará com as distorções necessárias para que possa ser aceito pelo consciente.

Enfim, é uma discussão para psicanalistas, e eu não vou entrar no mérito da questão, e se você quer saber a interpretação dos sonhos de forma simples e objetiva, e sem esse papo de psicanalista, clique nos links ao lado e boa sorte com seus sonhos.