Sobre o Gene SBK

O gene SBK causa mutações em codornas japonesas, as codornas portadoras do gene SBK adquirem características externas.
As hastes das pernas ficam mais grossas do que o tipo selvagem, a forma do bico fica semelhante ao de papagaio, contrastando com a de outras aves mutantes.

Os ossos dos membros anteriores e posteriores da codorna com o gene SBK também são mais curtos do que os tipos selvagens, as asas criam muito mais penas e ficam significativamente mais espessas do que os tipos selvagens.

Outros ossos na asa e nas pernas ficam aproximadamente com a mesma espessura que os tipos selvagens.

As maiorias dos mutantes SBK morrem na fase embrionária tardia, alguns filhotes podem chocar sem nenhuma assistência, mas quase todos morrem com cerca de 3 dias de idade.

Uma pequena parte das codornas com o gene SBK (5,3%) atinge a maturidade sexual e pode se reproduzir, as análises genéticas revelaram que a mutação SBK é controlada por um gene autossômico recessivo.