Teoria Pneus e Aros

Não é por acaso que são feitas alterações nos pneus procurando por melhorias, é óbvio que todo o conjunto do carro é importante, mas um dos pontos fundamentais para que um carro tenha comportamento saudável, é ter pneus adequados.

Os aros também são muito importantes para o comportamento do carro, é importante que sejam construídos com um material simultaneamente leve e resistente, quanto mais leves forem os aros, menor será a força de inércia provocada nas acelerações e travagens, e menor será a massa não suspensa, o que permite melhorar ambos os campos, por isso se costumam utilizar aros de liga leve.

Outra questão relevante no que diz respeita aos aros é o off-set, que é o local onde está centrado o cubo do aro, ou seja, o centro do aro, é o off-set que determina se uma roda fica mais para fora, ou mais para dentro da carroceria.

Quanto mais central for o off-set, melhor será o equilíbrio do aro, existem casos que são utilizados espaçadores de aros para simular uma roda com off-set mais interior, o que nem sempre dá bons resultados, pois acaba provocando vibrações e instabilidade por causa do excesso de peças independentes.

Outro aspecto importante é a largura do aro, cujos valores normais oscilam entre 5 e 7 polegadas, uma das técnicas que se costuma utilizar para que o conjunto aro e pneu seja mais equilibrado é a de usar aros com largura sobre-dimensionada, para que o pneu fique alojado de forma mais sólida e tenha menos tendência para dobrar.

Por regra, quanto mais aro e menos pneu melhor, mas sem alterar o diâmetro total da roda, daí o porque de utilizar um aro maior com um pneu mais baixo, esta alteração vai contribuir para uma maior solidez do conjunto, maior capacidade de transferir a potência ao solo, e melhor capacidade dos pneus para suportar cargas laterais.